Big Band se apresenta no Santos Jazz Festival
Big Band se apresenta no Santos Jazz Festival

Big Band se apresenta no Santos Jazz Festival

A Big Band, grupo musical do Lar das Moças Cegas, será atração em dois momentos do 8º Santos Jazz Festival: abertura no Sesc, 25 de julho, e no encerramento nos Arcos do Valongo, 28 de julho.

No repertório, clássicos da MPB e jazz, interpretados por cerca de 20 alunos, colaboradores e voluntários do Lar das Moças Cegas. Na banda, os participantes exploram a sonoridade de instrumentos de corda, como violões, guitarras e baixos, assim como todo o universo da percussão, com cajón, surdo, tamborim, e sopro, grupo que inclui saxofone, trompete, trombone e escaleta.

À frente da equipe estão o maestro João Carlos Estógio, sargento reformado do Exército, e o professor de instrumentos Gabriel Geovany, responsáveis pelos ensaios e coletânea musical.

Santos Jazz Festival

A 8ª edição do Santos Jazz Festival tem como marca a homenagem a grandes ícones do jazz e suas vertentes, como blues e soul.

A abertura, na quinta-feira (25) no Sesc Santos, contará com a Big Band, às 20h30, seguida de um tributo à pianista, cantora e compositora americana Nina Simone, com seus maiores sucessos interpretados pela brasiliense Ellen Oléria e a americana radicada no Rio de Janeiro Alma Thomas.

Na sexta-feira (26), nos Arcos do Valongo, a programação começa às 19 horas com muitas atrações.

Já no sábado (27), também nos Arcos, as apresentações terão início às 13 horas, seguindo até parte da madrugada de domingo (28), com o último show a partir da 1h da manhã.

Ainda no domingo (28), as atrações retornam às 13 horas nos Arcos do Valongo, com performance da Big Band às 14h30. O encerramento de festival será às 20 horas, também nos Arcos.

Banda e demais atividades do LMC

As atividades culturais do Lar das Moças Cegas, como banda e coral, têm a finalidade muito além de explorar o aprendizado musical. A iniciativa serve, principalmente, como reabilitação para quem apresenta deficiência visual completa ou baixa visão, incentivando talentos e sentidos auditivos e comunicativos.

A socialização também é parte importante do trabalho, considerando que a banda exige habilidades de convivência em grupo e fortalece a sensação de pertencimento, já que o aluno está incluído num todo, onde cada participante e instrumento tornam o resultado mais completo e expressivo.

Com o mesmo conceito de inclusão social e mercado de trabalho, o Lar das Moças Cegas também investe em atividades no meio da costura e artesanato, panificação e confeitaria, além de esportes como Goalball, natação, entre outros.

Informações à imprensa: (13) 3226-2760 (ramal 2782)

E-mail: comunicacao@lmc.org.br / isabelfss@lmc.org.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *