Acessibilidade: as vantagens para os usuários

Acessibilidade: as vantagens para os usuários

Já falamos por aqui sobre a importância da Acessibilidade na construção de produtos digitais. Mas quem seriam as pessoas mais beneficiadas se tivéssemos uma web realmente acessível?

Aproximadamente 35% da população brasileira

Pelo menos 25% da população brasileira possuem algum tipo de deficiência física, segundo o IBGE. Considerando as pessoas que têm pouca visão e dificuldades motoras ou intelectuais e que atualmente não são plenamente atendidas pelos projetos digitais, podemos estar excluindo da web acessível cerca de 35% da população.
Já vimos que acessibilidade refere-se a uma diversidade de variáveis maior do que costumamos pensar, são elas:

Pessoas com necessidades físicas especiais definitivas ou temporárias

Para quem tem alguma limitação visual, auditiva, motora ou cognitiva, a acessibilidade é especialmente importante. Para essas pessoas, a interface permite que elas realizem algo que antes não poderiam. Conseguirão, por exemplo, usar um chat para se comunicar com a empresa da qual compraram serviços ou produtos, e até mesmo fazer uma compra da casa delas sabendo as especificações do que estão comprando.
Já parou para pensar em como uma pessoa cega faz compra nos supermercados? Já repararam se as embalagens dos produtos possuem braile? Pois é… Por meio de um e-commerce, acessível esses detalhes que parecem simples no dia a dia serão mais simples para essas pessoas também.

Pessoas com dificuldade de locomoção

Alguns serviços, só de existirem na web, já tornam viáveis atividades muito simples do dia a dia para muita gente que tem limitação de locomoção.
É chato ir ao banco, né? Nessas idas, você já reparou quantas agências bancárias possuem porta giratória para cadeirantes (nem estamos falando de rampas)?
Como disse Tim Berners-Lee no manifesto da W3C, a Internet trouxe um mundo de possibilidade para essas pessoas, em diversos tipos de atividades, serviços e meios de interação e comunicação.

Pessoas com dificuldades de coordenação motora

Acessibilidade também se refere ao uso dos diversos periféricos, gadgets, controles e acessórios digitais para quem é destro ou canhoto, para os diversos níveis de habilidade motora, para quem está aprendendo a usar a coordenação motora e para quem tem limitações.

Crianças e idosos

Essas pessoas certamente possuem necessidades especiais em relação à interface e à usabilidade.
Crianças são espertas e aprendem a usar tecnologias rapidinho, mas estão aprendendo a interpretar e se comunicar por meio do nosso idioma, estão explorando o mundo das cores e seus significados, bem como o funcionamento dos estímulos e respostas dos sites e aplicativos.
Os idosos são público-alvo de muitos serviços e produtos que projetamos, certo? Mas será que estamos projetando para eles mesmo? Já pensou na dificuldade de leitura, no contraste das cores? Qual é o modelo mental e a linguagem a que essas pessoas estão acostumadas?
Pense nas referências simbólicas e semânticas que você está considerando para garantir que as pessoas que usam seu site saberão navegar nele.

Letramento e cognição

Na diversidade das pessoas que acessam a Internet no Brasil, temos vários níveis de alfabetização e capacidade cognitiva.
Estamos digitalizando muitas formas de interação das pessoas com empresas, instituições públicas e com outras pessoas. O número e a variedade de serviços online só têm crescido – serviços bancários, de educação, de compras e do governo – todos têm presença online.
Mas será que estamos permitindo que essa interação aconteça e seja entendida por todos?
Às vezes, quem mais precisa de uma informação simplesmente não tem acesso à ela porque não está exposta de uma forma que possa ser entendida.

Acesso por meio dos diversos dispositivos

Temos toda uma família de novos dispositivos “smart” crescendo – smartphone, smartwatch, smarttv (…). E uma quantidade grande de pessoas com acesso à Internet por meio de celulares e navegadores mais antigos.
Estamos pronto para atender todos eles?

A interface é um tipo de empoderamento

acessibilidade
As ferramentas tecnológicas permitiram que o homem atuasse de diferentes formas no mundo digital, a interface permite que o ser humano aumente suas capacidades.
Com nossos projetos digitais, encurtamos distâncias, rompemos barreiras de tempo, espaço, idiomas e culturas. Isso é incrível, não é?
Agora só falta garantir que todos tenham acesso a isso. 🙂
***
Texto publicado originalmente em http://arquiteturadeinformacao.com/acessibilidade/acessibilidade-as-vant…

Fonte:
http://imasters.com.br/design-ux/acessibilidade/acessibilidade-as-vantag…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *