Adultos com deficiência inauguram lava rápido experimental em Cubatão
Adultos com deficiência inauguram lava rápido experimental em Cubatão

Adultos com deficiência inauguram lava rápido experimental em Cubatão

Centro Multidisciplinar da cidade capacita atendidos para o mercado de trabalho

O sonho do cubatense Petrúcio dos Santos de Almeida, de 37 anos, que tem deficiência intelectual, é arrumar seu primeiro emprego. Ele até já atuou temporariamente como garçom em um restaurante na Cidade, mas seu objetivo é encontrar um trabalho “de verdade”. Petrúcio é um dos atendidos no Centro Multidisciplinar, que recebe pessoas adultas com deficiências física e mental em meio período, e é conhecido por aprender rápido tudo que lhe é proposto. “Eu quero muito trabalhar”, diz com veemência.
Petrúcio foi um dos que participaram na sexta-feira (18) da oficina de um lava rápido experimental, inaugurado na Unidade Municipal de Ensino (UME) Princesa Isabel. A iniciativa faz parte de uma série de oficinas que visam dar treinamento aos atendidos. Dessa forma, eles desenvolvem a autonomia e se sentem preparados, em alguns casos, para até entrar no mercado de trabalho.
O lava rápido funcionará de forma itinerante, cada semana em uma escola. Hoje, eles começaram o serviço com o carro de uma funcionária da Seduc, lavado em um espaço anexo à escola. O grupo caprichou no trabalho, lavando tapetes, aspirando o interior e esfregando bem toda a lataria. O serviço custa R$ 20,00 e chamou a atenção de funcionários e professores da unidade, que já querem agendar lavagens nas próximas visitas.
O material de limpeza utilizado foi custeado pelos próprios atendidos, com o dinheiro que conseguiram da venda de bolachas, produzidas na oficina de culinária do Centro. Além de Petrúcio, também participaram do serviço William da Silva Rodrigues dos Santos, 24, e Francescole Bispo de Oliveira, 26. No período da tarde, mais quatro atendidos também colocaram a mão na massa, na mesma unidade.
Os atendidos aprenderam a executar a higienização de carros com o dono de um lava rápido que fica próximo ao Centro. Marivan Santos Silva, 39, do Lava-Rápido Alemão, ofereceu as “aulas” voluntariamente ao grupo. “Eles têm muita vontade de aprender. E não são só eles que saem ganhando, a gente se sente muito bem em fazer o bem”, comentou.
O objetivo do Serviço de Educação Especial da Secretaria Municipal de Educação é firmar parcerias com outros comerciantes da Cidade visando a este tipo de treinamento. “Queremos que eles sejam de fato inseridos no convívio social”, afirma a chefe do serviço, Carla Teixeira Gonçalves Pierry.
O Centro Multidisciplinar de Cubatão atende 74 deficientes com idades acima de 18 anos. Além deles, a Educação Especial atende cerca de 600 alunos na rede municipal de ensino, com o auxílio de 148 cuidadores e 117 professores especializados.
Fonte: http://www.jornaldaorla.com.br/noticias/24239-adultos-com-deficiencia-inauguram-lava-rapido-experimental-em-cubatao/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *