Aprender nunca é demais: Função Visual X Visão Funcional
Aprender nunca é demais: Função Visual X Visão Funcional

Aprender nunca é demais: Função Visual X Visão Funcional

O termo “visão funcional” é usado para descrever a capacidade de cada pessoa para usar a visão nas atividades diárias da vida.
Já a “função visual” é a capacidade de enxergar com clareza e nitidez durante o cotidiano em níveis diferentes de luminosidade, entre elas: percepção visual, sensibilidade ao contraste, campo visual, percepção de profundidade e absorção de luz.
Apesar dos nomes parecidos e de serem complementares, as avaliações de ambas são diferentes. Confira o que diferencia a análise da função visual e da visão funcional:
Função Visual
• A avaliação é quantitativa por meio de exames clínicos padronizados, feitos por oftalmologistas e, eventualmente, por ortoptistas;
• As funções visuais são avaliadas, ou seja, é mensurado o quanto se enxerga com a melhor correção óptica possível;
• Visa diagnosticar uma deficiência visual, mesmo após a prescrição da correção óptica, tratamento clínico ou cirúrgico;
Visão Funcional
• Avaliação qualitativa por meio de observação e interpretação do comportamento. Se avalia como enxerga e como são desempenhadas as habilidades visuais no dia a dia;
• Feita em ambientes diversificados, com testagens de vários recursos e com formas de abordagens adaptadas por profissionais da saúde e da educação que trabalham com habilitação e reabilitação, e atendimento educacional especializado;
• Busca compreender como a condição visual impacta nas atividades educacionais e de vida diária;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *