Atletas cegos relaxam jogando videogame

Atletas cegos relaxam jogando videogame

Atletas posam para foto com troféuSaúde Visual está sempre antenado nos videogames que atendem e incluem os deficientes visuais. Inclusive, já apresentamos um site totalmente voltado para o assunto, oJogando às cegas. Também já destacamos o chamado futebol de cinco. Agora vamos mostrar os dois temas juntos.

Futebol de 5 é uma modalidade esportiva desenvolvida especialmente para atletas cegos. As partidas são disputadas em quadra de futsal, que recebe uma proteção nas laterais para evitar a saída da bola. Em 2004, a partir dos Jogos Paralímpicos de Atenas, passou a ser praticado também em campos de grama sintética, com medidas e regras do futebol de salão.

Cada time é formado por cinco jogadores: um goleiro (que tem visão total) e quatro na linha (totalmente cegos e que usam uma venda nos olhos porque qualquer resíduo visual é uma vantagem). Há ainda o ‘Chamador’, que fica atrás do gol adversário orientando o ataque de seu time.

No Brasil, o Futebol de 5 tem gestão da Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais (CBDV). Recentemente, em agosto, a equipe brasileira masculina venceu a Super Copa das Nações, disputada na sede da Associação Niteroiense dos Deficientes Físicos (Andef), em Niterói/RJ. Na final, o Brasil venceu o México por 3 a 2.

Nesta competição, durante a concentração, alguns jogadores relaxavam jogando videogame, transferindo para a disputa na tela a mesma estratégia da equipe em quadra. Os atletas da linha, cegos, manuseiam os controles. E os dois goleiros fazem a ‘localização’ do time em campo, orientando o companheiro de equipe. Os vídeos de uma dessas partidas foram cedidos pelo jornalista Fabio Torres, com exclusividade, ao blog Vencer Limites. Cássio (defensor fixo ou zagueiro) e Gledson (ala)  estão com os controles. Luan e Vinícius (goleiros) fazem a ‘localização’.

Cássio é fãs dos jogos eletrônicos e diz que jogar videogame é uma sensação incrível. “Quando temos uma narração bem feita, seja do próprio jogo ou dos goleiros nos ajudando, a gente consegue construir um mapa na cabeça. Assim, criamos jogadas de passes e gols. O ideal é jogar sempre com times que já conhecemos, pois vamos saber por onde a bola está. Se tiver com o Daniel Alves, por exemplo, a situação será pelo lado direito de campo. E por aí vai. Saber tudo o que envolve o futebol ajuda. Se entendemos como tal atleta joga, se é rápido, habilidoso, vamos aproveitar as melhores características dele. Se jogarmos com a formação 4-3-3, já vou saber que tenho que jogar com dois pontas velozes para criar jogadas para o atacante no meio. Conhecendo a formação, você sabe como as jogadas da equipe vão funcionar”, diz Cássio.

Assista abaixo, o vídeo em que os atletas da Seleção Brasileira de Futebol de 5 jogando o videogame ‘Fifa 2014’:

https://www.youtube.com/watch?v=muTBjw2sps0

Fonte: http://saudevisual.com.br/noticias/1679-atleta-vg

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.