Biblioteca de SC tem acessibilidade, mas falta profissional capacitado
Biblioteca de SC tem acessibilidade, mas falta profissional capacitado

Biblioteca de SC tem acessibilidade, mas falta profissional capacitado

Referência nacional, local em Florianópolis tem equipamentos especiais.
No entanto, deficientes físicos não têm quem os ensine a utilizar aparelhos.

Apesar de ser considerada referência em acessibilidade, a Biblioteca Barreiros Filho, na região continental de Florianópolis, não dispõe de um profissional capacitado para operar os equipamentos que auxiliam os deficientes visuais a consultarem o acervo.

Além de ter rampa de acesso para as galerias de livros e banheiros adaptados, o local dispõe de mais de 200 títulos em braile, além de obras audiovisuais, computadores, máquina de escrever, impressora e scanner.

“Este projeto foi idealizado pelo Ministério da Cultura, por meio do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas junto a uma ONG responsável pela capacitação das bibliotecas”, disse Leila Daiane Fagundes, diretora da biblioteca. Ela conta que, entre dez bibliotecas com mais acessibilidade, a Barreiros Filho ficou em quinto lugar.

Equipamentos para leitura
Para operar os equipamentos para leitura dos deficientes visuais é necessário o auxílio de um profissional. “Um operador desses equipamentos é fundamental, porque não adianta os equipamentos estarem aqui e não termos as pessoas capacitadas para operá-los”, disse Jairo da Silva, presidente da Associação Catarinense de Integração do Cego.

“Junto à secretaria do Continente está sendo providenciada uma pessoa para atender a todo esse público”, explicou a diretora. “Alguns funcionários sabem lidar com algumas máquinas, mas estamos aguardando uma pessoa capacitada, para atender com mais eficiência esse público.

A RBS TV entrou em contato com a secretaria do Continente, que informou estar providenciando a contratação. Conforme o órgão, resolvidas as questões administrativas, o funcionário deve começar a trabalhar a partir de 1º de agosto. A secretaria informou também que houve duas tentativas para contratar estes profissionais, mas que por questões pessoais dos candidatos isso não foi possível.

Fonte: http://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/2016/07/biblioteca-de-sc-tem-acessibilidade-mas-falta-profissional-capacitado.html

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.