Blind Project: uma experiência para conscientizar sobre a cegueira

Blind Project: uma experiência para conscientizar sobre a cegueira

Uma pesquisa desenvolvida em conjunto com especialistas na saúde dos olhos e validada por 147 profissionais de saúde da área oftalmológica em 26 países diferentes afirma que quase 70 por cento das pessoas no mundo prefeririam abrir mão de 10 anos de vida ou até sacrificar uma parte do corpo do que perder a visão.

Curiosamente, menos de um terço dos entrevistados adota medidas básicas necessárias para preservar a visão. Assim como não dão a devida atenção e importância para a ajuda que as pessoas cegas necessitam.

Tentando aumentar a conscientização em torno do auxílio aos deficientes visuais, a associação russa The Right to Smile criou o Blind Project: uma ação de interatividade em parceria com a agência Hungry Boys que consiste em propiciar a sensação de viver sem enxergar nada.

Assim, a associação enviou envelopes personalizados para diretores criativos de agências e também para editores de outros grandes meios de comunicação com um kit contendo uma venda para os olhos e uma carta incentivando que a pessoa tentasse executar tarefas simples sem enxergar, como telefonar, fazer chá ou simplesmente se locomover pelo escritório.

Toda a comunicação era acompanhada pelo site do projeto. Acontece, porém, que, através do site qualquer pessoa pode participar do teste – e não apenas os convidados. No site, o visitante poderá vivenciar uma experiência única. Utilizando seus próprios movimentos pela webcam ou com os botões do teclado, controla-se um pequeno garoto cego que está com sua mãe doente na cama.

A pessoa tem que fazer o caminho do garoto de casa até uma farmácia, enfrentando todas as dificuldades que ele enfrenta (e supera) em seu cotidiano. Tudo estará escuro e somente o som irá guiar o seu caminho, tendo que ultrapassar os perigos do trânsito, pessoas esbarrando, objetos nas calçadas, animais, entre outras coisas.

O principal objetivo da ação na verdade é que todos possam saber, mesmo que por pouco tempo e virtualmente, o que é viver na condição de cegueira. Ao final da experiência, os usuários podem compartilhar o resultado nas redes sociais e ainda deixar mensagens no site com ideias do que poderia ser feito para ajudar a melhorar a vida das pessoas com deficiência visual.

Faça o teste aqui e nos conte como se saiu. Na parte superior direita do site você pode escolher a opção de linguagem. Infelizmente, só constam duas opções (inglês e russo), mas isso não atrapalha em nada já que a experiência é interativa.

Fonte: http://www.hospitaldeolhos.com.br/noticia/1851

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *