Brasil busca o tetra Mundial nesta segunda (24), em Tóquio, contra a Argentina

Brasil busca o tetra Mundial nesta segunda (24), em Tóquio, contra a Argentina

Atletas comemoram o gol da vitória sobre a China (Marcio Rodrigues/MPIX/CPB)Ricardinho dá show, faz dois e coloca o Brasil na decisão do Campeonato Mundial IBSA de Futebol de Cegos contra a Argentina.A vaga na final foi conquistada neste domingo (23), com vitória de 2 a 1, de virada, sobre a China, no Yoyogi National Stadium, em Tóquio, no Japão. Título será decidido nesta segunda-feira (24), às 6h30, horário de Brasília.
A melhor apresentação da seleção Brasileira fez com que a torcida japonesa jogasse junto. A cada passe ou drible bem executado o público reagia com admiração àqueles que protagonizavam o espetáculo. O talento de Ricardinho encantou os japoneses. Os gols e suas jogadas plásticas lhe renderem aplausos de pé ao ser substituído no final do jogo. Assim como toda equipe, logo quando soou o último apito do árbitro para encerrar a partida.
– O Brasil jogou um futebol bonito hoje e mostrou que é um time guerreiro, pois estar perdendo contra um time bom como é o da China é difícil. Mas nossa equipe teve calma e soube buscar o resultado. Provamos que não é à toa que estamos, novamente, em uma final – disse o craque Ricardinho.
Quem acompanha o Futebol de 5 sabe que a China é uma das grandes forças da modalidade. O empate sem gols ainda pela fase de grupos foi um presságio sobre o que estaria por vir, caso as duas seleções se encontrassem mais a frente na competição. Quis o destino que se cruzassem novamente. A história do jogo lembrou a decisão dos Jogos Paralímpicos de Pequim-2008, quando as equipes se enfrentaram na final. Naquela ocasião, o primeiro tempo terminou com os chineses na frente, mas na segunda etapa, Ricardinho empatou e Marquinhos, faltando 30 segundos para o fim do tempo normal, virou o jogo.
O jogo
Logo no primeiro lance do jogo Ricardinho deu o seu cartão de visitas. Jogada pela direita e finalização cruzada. O goleiro chinês conseguiu fazer boa defesa. Huachu Xu, inclusive, se destacou como uma muralha chinesa com defesas milagrosas. E enquanto o arqueiro parava o ataque brasileiro, a China, em uma das poucas investidas ao ataque no primeiro tempo, conseguiu marcar com Dongdong Lin, aos 17 minutos. O camisa 6 levou a melhor sobre  a defesa brasileira e chutou de canhota sem chances para Luan. A bola ainda tocou na trave antes de entrar.
Após o intervalo, a Seleção Brasileira voltou para o gramado com maior volume de jogo. No bate-papo realizado dentro do vestiário, o técnico Fábio Vasconcelos pediu a mesma pegada, mas exigiu dos atletas um carinho maior na hora da finalização.
A conversa surtiu efeito. Com sete minutos da etapa complementar Ricardinho mandou uma bomba após cobrança de falta e empatou o jogo. O gol animou toda a equipe. A pressão pela virada só aumentava, e os chineses não levavam perigo.
O tempo passava e a China se segurava o quanto podia. A cada segundo o jogo ficava cada vez mais dramático. O placar eletrônico marcava 23 minutos do segundo tempo quando, Ricardinho, em mais uma jogada de craque colocou o Brasil na frente. O gol foi um balde de água fria sobre os chineses. Os dois minutos restantes para o fim do jogo foi com os brasileiros prendendo a bola e esperando o tempo passar para confirmar a vitória de 2 a 1.
O título do Campeonato Mundial será decidido nesta segunda-feira (24), às 6h30, horário de Brasília. Será o quarto encontro entre Brasil e Argentina em finais de Mundial, e a Seleção Brasileira leva vantagem (2 a 1) sobre os hermanos.
– Assim como todos os times que enfrentam o Brasil, a Argentina joga no contra-ataque, por uma bola. Mas estamos acostumados, já os encontramos em muitas finais e os conhecemos bem. Esperamos estar em um dia feliz de novo para conquistar esse tetracampeonato – avaliou o duelo o técnico Fábio Vasconcelos.
Confira os resultados e os próximos jogos.
Semifinais
23/11
Espanha 0 (1) x (2) 0 Argentina
Brasil 2 x 1 China
Final e Disputa do 3º lugar
24/11
Espanha x China – 4h30*
Brasil x Argentina – 6h30*
*Horário de Brasília.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.