Conheça parques estaduais que contam com trilhas acessíveis
Conheça parques estaduais que contam com trilhas acessíveis

Conheça parques estaduais que contam com trilhas acessíveis

Adaptados, os locais têm oferecido cada vez mais comodidade às pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida

Cada vez mais, os parques estaduais têm recebido investimentos, via Secretaria do Meio Ambiente, para projetos de acessibilidade. No Parque Villa-Lobos, localizado na capital, por exemplo, o visitante vai encontrar o Circuito das Árvores, uma trilha acessível que consiste em uma passarela que chega até 3,5 de altura e tem uma extensão de 120 metros.

Aliás, o Circuito foi criado no dia 21 de setembro – Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência. Além disso, o parque conta com rampas, banheiros acessíveis, mapas táteis, tudo pensando na inclusão dos cidadãos.

Quem visita o Jardim Botânico, também na capital, pode conhecer a Trilha da Nascente, que foi totalmente projetada para atender cadeirantes, pessoas com mobilidade reduzida ou deficientes visuais. O local é uma passarela de madeira fixa, projetada para não causar impacto na Mata Atlântica. Plana, ela guia o visitante até uma espécie de observatório da nascente do Rio Ipiranga.

Outro local que tem acessibilidade é a Trilha do Silêncio, que fica no Parque Estadual do Jaraguá, também na capital paulista. Ela conta com corrimões e placas com informações em braile. Lá, o único som que pode ser ouvido é o da natureza.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.