Cuidados simples evitam a cegueira em bebês
Cuidados simples evitam a cegueira em bebês

Cuidados simples evitam a cegueira em bebês

Os primeiros cuidados com a visão, sem nenhum exagero, devem começar na gestação. De acordo com o oftalmologista do Instituto Penido Burnier, Leôncio Queiroz Neto, doenças contraídas pela mãe durante a gravidez, como por exemplo  a toxoplasmose desencadeada por verduras mal lavadas, rubéola e sífilis, respondem por 38% dos casos de catarata congênita, maior causa de cegueira infantil.
Primeiro exame deve acontece na maternidade
Muitas gestantes desconhecem o teste do olhinho, exame que deve ser realizado na maternidade, logo após o parto. Embora essencial para garantir a visão por toda a vida, só é obrigatório em 11 estados. Desde 2007 tramita no senado projeto de lei para tornar este exame obrigatório em todo o país. No dia 13 de abril deste ano foi encaminhado ao relator da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do senado. A expectativa é que se torne obrigatório.
Queiroz Neto explica que o teste do olhinho é rápido e feito com um aparelho barato, o oftalmoscópio, espécie de lanterna. Ele diz que a luz deste equipamento é direcionada na pupila do bebe. Se a luz for contínua indica saúde ocular. Se for descontínua pode sinalizar má formação ocular, opacidade na córnea e uma ou mais doenças congênitas que respondem pela maioria dos casos cegueira infantil. As principais são:
Catarata que precisa ser operada o quanto antes para não comprometer o desenvolvimento da visão.
Glaucoma que também pode ser decorrente de traumatismo da cirurgia de catarata
Retinoblastoma, tumor ocular maligno que precisa ser retirado com urgência por colocar a vida da criança em risco.
Influência das doenças sistêmicas
Queiroz Neto alerta que em recém-nascidos  febre, manchas vermelhas no corpo, coriza, e conjuntivite podem estar relacionadas a doenças sistêmicas  que indicam necessidade de consultar um oftalmologista. Isso porque, no bebê doenças com estes sintomas  como a rubéola, sarampo e meningite  podem prejudicar a visão definitivamente.
Sinais oculares no bebê
O médico destaca que no recém-nascido a falta de interesse pelo ambiente e  pessoas, o lacrimejamento constante, a fotofobia (sensibilidade à luz), olhos com secreção, vermelhos, acinzentados ou opacos indicam urgência em consultar um oftalmologista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *