Desfile cívico-militar reúne quase oito mil pessoas na orla

Desfile cívico-militar reúne quase oito mil pessoas na orla

Os 192 anos da Proclamação da Independência do Brasil, comemorado neste domingo (7), reuniu quase oito mil pessoas na orla, sendo mais de 2.500 participantes do desfile cívico-militar e cerca de 5 mil pessoas que prestigiaram o evento, promovido pela prefeitura na avenida Bartolomeu de Gusmão (Aparecida). A solenidade começou às 9 horas com a tradicional revista da tropa, realizada pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa e o general de brigada do Exército, João Chalella Jr., comandante da 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea.

Em seguida, ocorreu o hasteamento das bandeiras do Brasil, do estado de São Paulo e de Santos e foram entoados os hinos Nacional e da Cidade. “Esta data, comemorada no País inteiro, tem um sabor especial na nossa cidade. Aqui viveu o nosso Patriarca, José Bonifácio de Andrada e Silva, que a partir de Santos contribuiu para que o Brasil pudesse viver a Independência, que nós usufruímos no dia a dia através de uma sociedade mais justa e mais igualitária”, disse o prefeito no discurso de abertura do desfile.

Ao som do hino da Independência, começou a festa patriótica que contou com estudantes universitários e de escolas municipais e estaduais, muitas delas com bandas marciais, e integrantes e monitores do programa Escola Total da prefeitura, de instituições, entidades assistenciais, escoteiros, guardas municipais, usuários de centros de convivência e centros esportivos, corporação e frota da Guarda Municipal, Defesa Civil e outros serviços municipais. Na parte militar do desfile, as atrações ficaram por conta dos grupamentos e das viaturas do Exército, Marinha e Aeronáutica, das polícias Militar, Ambiental, Rodoviária e Federal e do Corpo de Bombeiros, com destaque para os sobrevoos do helicóptero Águia e a exibição da cavalaria da PM.

Patriotismo

“Vim para o desfile pelo dever cívico. Para mostrar para o meu filho o patriotismo, o que eu acho que está faltando nos dias de hoje”, disse o operador portuário Márcio Eugênio Jorge de Almeida, 54, que estava com o seu filho Pedro Henrique, 11. “Gostei muito porque tem apresentação das bandas de escolas e uma energia muito legal”, complementou o garoto.

“Há mais de 40 anos não perco um desfile. Gosto de ver as crianças, os cavalos, gosto de tudo”, relata a aposentada Teresa Mendes, 80 anos, que não largava da bandeirinha do Brasil.

Fonte: http://www.santos.sp.gov.br/noticia/932956/desfile-c-vico-militar-re-ne-quase-oito-mil-pessoas-na-orla

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.