Educação especial: a nobre missão dos professores de tornar o ensino cada vez mais inclusivo
Educação especial: a nobre missão dos professores de tornar o ensino cada vez mais inclusivo

Educação especial: a nobre missão dos professores de tornar o ensino cada vez mais inclusivo

O educador especial é o responsável por tornar a educação no país inclusiva e acessível a todas as pessoas. A gratificante profissão busca incluir pessoas com necessidades especiais na sociedade e no mercado de trabalho, trazendo uma satisfação imensurável para os professores deste meio.

A professora da Faculdade Senac Porto Alegre Luziane Carvalho trabalha com deficientes auditivos, visuais e autistas, ela acabou procurando o curso de Língua Brasileira de Sinais por causa de seu irmão e hoje se diz encantada com o trabalho que exerce: “A satisfação é enorme e o retorno que temos dos alunos é muito grande. É maravilhoso ver que uma pessoa está conseguindo absorver o que ensinamos apesar de suas limitações” – afirma Luziane.

De acordo com a professora, a educação especial no Brasil já avançou muito em relação ao Ensino Fundamental e Médio, mas ainda precisa evoluir bastante no patamar da graduação: “A educação especial deve ser inclusiva em todos os sentidos, no que diz respeito às limitações e faixa etária. Hoje temos ações, escolas e salas especiais, porém, voltadas para os alunos do nível básico e médio, é preciso que a inclusão continue acontecendo também no Ensino Superior” – explica.

Luziane afirma que a gratidão é imensurável, pois o ensino especial é composto de vários momentos, as vezes, coisas que parecem simples para os educadores, acabam se tornando gigantescas para os alunos: “Fazemos o nosso papel de professores e quando o estudante começa a compreender o que ensinamos, vemos que estamos cumprindo com a nossa missão e vamos nos encantando cada vez mais!”.

Fonte: http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/especial-publicitario/senac-rs/mudando-a-vida/noticia/2016/11/educacao-especial-nobre-missao-dos-professores-de-tornar-o-ensino-cada-vez-mais-inclusivo.html

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.