Eleitores portadores de necessidades especiais têm seções adaptadas
Eleitores portadores de necessidades especiais têm seções adaptadas

Eleitores portadores de necessidades especiais têm seções adaptadas

Cidade teve 537 eleitores portadores de necessidades especiais em 2012. Em Suzano, 75 salas são destinadas a este público.

De dois em dois anos, o músico Marcos Lima têm um compromisso obrigatório. O voto para ele é sagrado, mesmo depois de ficar cego por causa de um glaucoma. A deficiência visual não o impediu de votar aos 18 anos. “Acredito no que as pessoas oferecem para a população, então a gente acredita nisso e aí a gente vai lá dar o voto de confiança”, diz.

No entanto, Marcos conta que no início a distância até o local de votação e a falta de acessibilidade nas seções dificultavam muito o seu direito de cidadão. “Eu tinha que sair daqui, subir uma rua, atravessar a avenida e pegar um ônibus e até o centro do Distrito de Palmeiras [em Suzano]. Lá eu atravessava uma outra avenida também para pegar o ônibus voltando”, se lembra.

A eleição de 2014 será a 10ª de Marcos, porém é apenas a segunda vez que ele vota em uma escola que fica a dois minutos de onde ele mora. Ele conta que a unidade escolar tem uma sala especial, que facilita o voto. “Ficou bem mais fácil para eu vir e também para eu voltar para casa. É uma escola bem acessível, não tem degraus para subir, totalmente térrea, então a minha mobilidade aqui é bem fácil”, opina.

Salas especiais
Para tentar amenizar as dificuldades de portadores de necessidades especiais, em Suzano há 75 salas de votação destinadas a este público. Segundo a chefe do cartório, Imaculada Pires de Almeida, este número pode aumentar ainda mais já que em mais de 60 seções de votação tradicionais há deficientes que não estão inscritos em locais apropriados.

A cidade teve um total de 537 eleitores portadores de necessidades especiais na eleição de 2012. A zona 181 é a maior de Suzano e teve, naquele ano, 348 eleitores portadores de necessidades especiais, já a zona 415 teve 189 eleitores.

Ela conta que o prazo para os eleitores pedirem a transferência do local de votação terminou no dia 7 de maio. Mas, de acordo com Imaculada, os portadores de necessidades especiais têm outras opções. “O Tribunal já nos repassou as informações de todas as seções que têm eleitores portadores de necessidades especiais. Havendo a possibilidade, a seção tradicional que tenha o eleitor com necessidade especial será transformada em uma seção preferencial”, explica.

Imaculada aponta alguns dos requisitos para que o local seja adaptado aos portadores de necessidades especiais. “Uma das exigências é que a porta tenha pelo menos 80 centímetros de largura, que é o espaçamento necessário para que um cadeirante possa adentrar sem constrangimento. Outra situação, por exemplo, é o degrau. A preferência é que não haja degrau mas, se existir, ele não deve ser superior a três centímetros”.

Fonte: http://g1.globo.com/sp/mogi-das-cruzes-suzano/eleicoes/2014/noticia/2014/08/eleitores-portadores-de-necessidades-especiais-tem-secoes-adaptadas.html

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *