Estado insere 562 de pessoas com deficiência no mercado de trabalho

Estado insere 562 de pessoas com deficiência no mercado de trabalho

PADEF registra 31% de crescimento no primeiro semestre deste ano

Homem entrega carteira de trabalhoInclusão social e recuperação de autoestima. O Programa de Apoio à Pessoa com Deficiência (PADEF), gerenciado pela Secretaria estadual do Emprego e Relações do Trabalho (SERT), inseriu 562 pessoas com deficiência (PcDs) no mercado de trabalho no primeiro semestre deste ano. O número representa crescimento de 31% em relação ao mesmo período do ano passado, que registrou 429 admissões.

“Trabalhamos para inserir cada vez mais pessoas no mercado de trabalho”, diz o secretário de Estado do Emprego, Tadeu Morais. O representante estadual cita as vagas disponíveis nos Postos de Atendimento ao Trabalhador (PATs).  “Nesta semana, são mais de 400 vagas exclusivas para PcDs no Estado, além de outras centenas que aceitam essa parcela da população. Destaque para atendente, repositor e alimentador de linha de produção”, emenda.

Progresso no comparativo

PADEF 1º semestre 2013 1º semestre 2014 Crescimento
Admissões 429 562 31%

“O PADEF realiza seu trabalho por meio de avaliação de perfil profissional, orientação quanto ao laudo médico e demais exigências, encaminhamento para cursos ou vagas disponíveis, emissão de carteira de trabalho, habilitação do seguro-desemprego e divulgação de oportunidades de emprego”, ressalta a supervisora do programa, Marinalva Cruz.

Cruz acrescenta que a inclusão deve acontecer, mas não apenas em caráter de inserção. “É preciso não cumprir apenas Lei de Cotas, mas tornar o cidadão com deficiência membro participativo, de fato.”

Oportunidade

Entre as centenas de beneficiados pelo programa, está Teresa de Souza, 57. Atualmente como auxiliar de arquivo em uma empresa do ramo de saúde, ela agradece à atuação do PADEF, ao qual resume como “essencial para a conquista deste emprego.”

Como se inscrever
Para participar, as PcDs e os empregadores interessados devem se cadastrar gratuitamente:www.empregasaopaulo.sp.gov.br/maisemprego.mte.gov.br
O cadastro pode ser efetuado também em um dos 251 PATs espalhados pelo Estado ou comparecer à sede do PADEF, na Rua Boa Vista nº 170 – 1º Andar – Bloco 4 – Centro, das 8h às 16h, de segunda a sexta.

Os documentos necessários para os candidatos às vagas de emprego são RG, CPF, PIS (quando tiver), carteira de trabalho, laudo médico com o Código Internacional de Doenças (CID) e Audiometria (no caso de deficiência auditiva). Para o empregador que deseja se cadastrar, é preciso CNPJ, razão social, endereço e nome do solicitante da vaga.

Sobre a Lei de Cotas

Exige que empresas com mais de 100 funcionários destinem vagas de trabalho voltadas às PcDs. Se a companhia tiver de 100 a 200 colaboradores, a exigência é de 2% das vagas, já para empresas que tenham de 201 a 500 funcionários, o mínimo exigido é de 3%; de 501 a 1000 funcionários a exigência é de 4%. Acima disso o percentual é de 5%.

Fonte: http://www.jornaldiadia.com.br/news/noticia.php?Id=33935#.U9EFvfldUo4

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.