Lar das Moças Cegas um passo para independência

Lar das Moças Cegas um passo para independência

Meu nome é Bruna, tenho 17 anos e nasci sem enxergar. Com um ano e 3 meses descobri  o  Lar das Moças Cegas. No começo minha mãe me trazia, mas quando eu tinha cinco anos de idade ela também perdeu a visão, devido a uma forte dor de cabeça. A partir desse momento ela também passou a frequentar a instituição como aluna.

O LMC me ajudou a ser independente.  Foi aqui que aprendi coisas da higiene pessoal e de cuidados domésticos, como forrar a cama, lavar a louça e varrer a casa. Também tenho aulas de Informática. Hoje consigo navegar na internet e fico plugada com o mundo.

Texto de: Bruna Freitas de Andrade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.