Mais duas medalhas de bronze para o Brasil no Mundial de Judô Paralímpico

Mais duas medalhas de bronze para o Brasil no Mundial de Judô Paralímpico

Nesta sexta-feira (5), o Brasil voltou a subir no pódio mais duas vezes no segundo dia de competições do Campeonato Mundial de Judô Paralímpico, em Colorado Springs, nos EUA. Dessa vez foram os pesos pesados, Wilians Araújo e Deanne Almeida que garantiram as medalhas para o país, ambas de bronze.

Após perder para a russa Irina Kalyanova nas semifinais, Deanne Almeida enfrentou outra judoca do mesmo país europeu na disputa do bronze e levou a melhor. A mineira fez uma luta fantástica e mais uma vez conquistou uma medalha mundial.

Com o resultado, Deanne espera apagar o quinto lugar nas últimas Paralimpíadas (Londres 2012) e voltar a conquistar uma medalha na principal competição paradesportiva do planeta.

– Depois do quinto lugar nas Paralimpíadas de Londres 2012, onde eu perdi o bronze, passa a ser uma volta por cima. Então, é o primeiro degrau para 2016, e vou buscar com certeza (a medalha de ouro) – disse Deanne bastante feliz.

Aos 22 anos, Wilians Araújo provou estar no caminho certo para conquistar a medalha paralímpica. Fato reforçado pelo desempenho do judoca durante os seus combates no Mundial. E foi com ele que a última medalha nas disputas individuais conquistada pelo Brasil chegou. Veio de forma dramática, mas com talento e raça, e com direito a emoção ao final do combate.

Após estar em desvantagem por um Yuko, quando restavam cerca de dois minutos, Wilians Araújo conseguiu encaixar um Ko Soto Gake, e venceu Ilham Zakiyev, do Azerbaijão, por Ippon.

O atleta não conseguiu conter as lágrimas de alegria ao conquistar a medalha, sua primeira mundial. E assim como a maioria dos judocas, o maior foco está nos Jogos Rio 2016.

– Isso aqui é um fruto de seis anos de esforço. Lá com o Jucinei, com o Antônio, quando começamos lá em 2008, e o objeito era esse, levar uma medalha nesse pódio. Isso é um fruto do nosso trabalho com o Jaime (Bragança), Garcia (Alexandre), Caio (Paolillo), além de todas as pessoas da comissão técnica, a CBDV por ter me dado essa oportunidade e ao Time Rio, por estar me dando essa oportunidade de me dedicar totalmente ao esporte disse Wilians bastante emocionado.

Além de Deanne Almeida e Wilians Araújo, o Brasil foi representado por Harlley Arruda (-81kg), Roberto julian (-90kg), Arthur Silva (-90kg) e Antônio Tenório (-100kg).

Com mais essas duas medalhas conquistadas, o Brasil fechou as competições individuais com quatro pódios no total, todos no 3º lugar. No primeiro dia de evento, Karla Cardoso e Lúcia Araújo conquistaram o bronze, e nesta sexta, foi a vez de Deanne Almeida e Wilians Araújo. Neste sábado (6), os judocas brasileiros voltam ao tatame para as competições por equipes, com início para às 12h30, horário de Brasília.

Fonte: http://www.cbdv.org.br/noticia/mais-duas-medalhas-de-bronze-para-o-brasil-no-mundial-de-judo-paralimpico

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *