Mensagem aos professores

Mensagem aos professores

Verena

Como é curiosa a trajetória do ser humano no mundo. A maioria dos seres humanos que pertencem à uma sociedade, iniciam sua vida social e estudantil a partir de uma sala de aula.

Se procurarmos no dicionário o significado dos homenageados de hoje, torna-se simplório e linear para explicar a empreitada humana e compassiva que carece o aprendizado da pessoa com necessidades especiais, como nós. Certamente a graduação em pedagogia, por si só, não pode prever as particularidades de cada vida humana que vem a seguir desde o seu primeiro dia de trabalho.

Em contrapartida, cá estamos nós, os alunos. Qual o sentimento que cada um de nós carrega perante suas deficiências? Impossível deixar esta pergunta de lado. Esta é a primeira resposta que os seus sentidos buscam responder para ser dada a largada. Há casos física e emocionalmente delicados. Quantos sonhos nós tínhamos antes de perder a visão? Quantos destes sonhos foram deixados para trás e quantos tiveram que ser readaptados às novas condições de vida?

E aos deficientes de nascença, quem lhes explicou o significado de uma realização pessoal e a peregrinação necessária até ela?

O emocional humano é vulnerável e traz suas fraquezas. Em um dia estamos a plenos pulmões rugindo como um leão e no outro, o fato de olhar para o céu e não vermos o brilho de uma estrela, nos faz refletir que certas coisas nós de fato perdemos ou nem nunca conhecemos.

Sendo assim, em uma solenidade como esta, é onde nós alunos do LMC queremos demonstrar nossa gratidão a vocês professores.

Saibam que as demonstrações de zelo, dedicação, cortesia, lealdade e compromisso com a nossa capacitação para o futuro, são bem visíveis aos nossos olhos cegos.

É uma linha tênue que traça o caminho de vocês. De um lado, o âmbito estritamente profissional, e do outro a compreensão, companheirismo e afeto que são necessários para fazer o aluno se redescobrir. E mais uma vez, essa fórmula pronta, não pode ser proporcionada nas faculdades. Somente a própria experiência de vocês.

De todas as facetas possíveis demonstradas no didatismo de um professor, seja ele o rigor severo ou um abraço de mãe num dia difícil, tudo se traduz no sentimento de amor.

Lamentavelmente vivemos em um país onde a educação e a deficiência se desenvolvem e sobrevivem com barreiras, já ultrapassadas em países de primeiro mundo.

Dentre todos os percalços, uma certeza é endossada ao sentimento humano, é a motivação principal de um professor perseverar.

As centenas ou milhares de vidas que Deus vos confiou a tarefa de Instruir serão os frutos das sementes que foram plantadas durante a carreira profissional de cada educador.

Obrigado por um dia verem nas deficiências, um desafio a mais na área da Educação. Agradecemos a cada um dos pedagogos, terapeutas, voluntários, pois o trabalho de vocês na Instituição é o trabalho de vocês em nossas vidas.

E não nos esquecendo de que muito maior do que o sol e as estrelas que não podemos ver é o próprio céu. Lá fica a morada daquele que os escolheu a dedo como anjos, para entrarem em nossas vidas a partir de um encontro tão especial como o dia em que nos conhecemos. Face a face estamos aqui reunidos para expressar nosso agradecimento.

Com amor e alegria,

Alunos do LMC

 

Texto de Verena de Lima Amaral.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.