Na Bienal do Livro de SP, Editora da UESC apresenta sua primeira publicação em Braille

Na Bienal do Livro de SP, Editora da UESC apresenta sua primeira publicação em Braille

A obra infantil A Viagem, de Leônidas Azevedo Filho, foi produzida com apoio técnico da Fundação Dorina Nowill para Cegos

A Editus, editora da UESC (Universidade Estadual de Santa Cruz – BA), que participará do estande coletivo da ABEU (Associação Brasileira das Editoras Universitárias) na 23ª Bienal do Livro de São Paulo, apresentará, durante o evento, sua primeira publicação em Braille e fonte ampliada.

O livro infantil, intitulado A Viagem, foi produzido com o apoio técnico da Fundação Dorina Nowill para Cegos, de São Paulo, instituição que há mais de 60 anos se dedica à inclusão social de pessoas com deficiência visual no Brasil.

A publicação da obra em Braille aconteceu devido à iniciativa do autor do livro, Leônidas Azevedo Filho. Médico pediatra, associado da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), professor do Curso de Medicina da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) e ligado a profissionais que trabalham com Braille, Azevedo Filho manifestou junto à Editus o desejo de tornar seu livro, que já havia sido editado no formato tradicional, acessível também aos deficientes visuais.

A estória de A Viagem conta o sonho de um menino que atravessa uma enseada montado em uma tartaruga que mergulha no meio do percurso, proporcionando ao seu passageiro uma visão do maravilhoso mundo subaquático, com grande variedade de plantas e peixes. Durante o mergulho, o menino solta-se da tartaruga e passa a imitá-la em movimentos suaves, lembrando ter passado por experiência semelhante ainda no útero da mãe.

Segundo Rita Virginia Argollo, diretora da Editus, esta primeira edição em Braille e para baixa visão representou um desafio para a equipe da editora, mas já abriu portas para outros projetos da mesma natureza. “Esta foi a primeira edição. Planejamos agora publicar outro título, voltado para o público adulto”, afirmou.

O livro A Viagem pode ser adquirido na Livraria da Editus, na UESC, Ilhéus, BA, em livrarias de editoras universitárias e no site da Livraria Cultura.

Na Bienal do Livro de São Paulo, a editora da UESC estará presente no estande coletivo da ABEU (Associação Brasileira das Editoras Universitárias), localizado na rua G, 300.

O evento acontece de 22 a 31 de agosto, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, na Av. Olavo Fontoura, 1.209, Santana.

ALUNOS DO ENSINO MÉDIO DE ESCOLA SANTISTA LANÇAM LIVRO NA BIENAL DE SP

O título, publicado pela Editora Leopoldianum, é fruto de Oficina de Escrita Criativa e reúne crônicas e poema de 12 estudantes

Com temas como origem, amor, morte, paixão, dor, prazeres, vida e outras questões da humanidade, o livro Movimento – da palavra ao texto, reúne crônicas e poemas escritos por estudantes do 2º e 3º anos do Ensino Médio do Liceu Santista.

Nos dias 25 e 27 de agosto, o grupo de alunos e ex-alunos da instituição estará na Bienal do Livro de São Paulo, no estande coletivo da ABEU (Associação Brasileira das Editoras Universitárias), para promover o livro, que tem projeto editorial realizado pela Editora Leopoldianum, da Universidade Católica de Santos (UniSantos) em parceria com o Liceu Santista.

A coletânea de textos que deu origem ao livro foi produzida em uma Oficina de Escrita Criativa realizada pelo Liceu, com participação voluntária dos alunos que, a cada reunião semanal, realizavam exercícios de escrita coletivos, ampliavam repertório e trabalhavam a narrativa. A mediadora de leitura Viviane Ferreira de Almeida, responsável pela oficina e organizadora do livro, explica que os alunos também foram expostos a outras linguagens, como cinema e artes visuais. Segundo ela, o resultado mostra “uma diversidade de expressão escrita que reflete o diálogo tripartido atual entre a velocidade da sociedade, as problemáticas do jovem e as questões universais da humanidade”.

Segundo o coordenador da Editora Leopoldianum, Marcelo Di Renzo, a obra foi elogiada pelo conselho editorial pela consistência do trabalho, seriedade da proposta e qualidade dos textos. “A missão da Editora Universitária Leopoldianum é publicar o conhecimento desenvolvido em instituições de ensino de modo que este seja difundido em benefício da humanidade. O livro Movimento – da palavra ao texto insere-se plenamente nesse conceito central, mas agrega um ingrediente diferenciado: a pertubadora e cativante criatividade de estudantes de Ensino Médio”, destaca. “Essa parceria editorial era esperada e gerou um bom livro que, esperemos, seja apenas o primeiro de muitos a serem escritos”, acrescenta Di Renzo.

Os co-autores do livro são: Ana Carolina Barros, Augusto Barros, Carolina Moraes, Carlos Martins, Deborah Verena, Felipe Paixão, Henrique Prado, Kauan Schiavon, Mariana Saraiva, Mariana Tomson, Natasha Felix e Vivian Vizaco.

A 23ª Bienal do Livro de São Paulo será realizada de 22 a 31 de agosto, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, que fica à avenida Olavo Fontoura, n° 1.209, em Santana. O lançamento do livro Movimento – da palavra ao texto será realizado nos dias 25 de agosto, às 11h, e no dia 27 de agosto, às 12h, no estande da ABEU (Associação Brasileira das Editoras Universitárias), Rua G, 300.

Fonte: http://www.segs.com.br/eventos/5927-na-bienal-do-livro-de-sp-editora-da-uesc-apresenta-sua-primeira-publicacao-em-braille.html

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.