Natação ajuda crianças a vencerem medos e desafios

Natação ajuda crianças a vencerem medos e desafios

Natação para criançasO Lar das Moças Cegas incentiva a prática esportiva desde os primeiros passos. A natação é uma dessas atividades e faz parte da grade da instituição.

Entre os 50 alunos que frequentam o Centro Aquático Carlos Inocêncio Gomes, Unidade II do LMC, há cerca de dez crianças de 1 a 12 anos. “A natação é um esporte completo. É fundamental para as crianças, pois eles aprendem a lidar com o ser humano e a superar medos e desafios”, afirma a professora Fabiana Lindinho.

Como em todas as atividades do LMC, cada aluno é avaliado e tem um projeto individual. “As aulas podem ser em grupo ou individual, dependendo de cada caso. Os bebês entram junto com a mãe. O processo se inciia com a apresentação ao meio líquido. Depois de totalmente adaptados, os alunos passamos para a parte prática da natação, aprendendo a respiração, a flutuação, os movimentos de perna, e depois, a rotação de braço. Usamos boia, macarrão, pranchinha e todos os instrumentos necessários até que eles se sintam seguros na piscina”, explica Fabiana.

O esporte trabalha o equilíbrio, a postura, a respiração, a lateralidade, a noção de tempo e espaço e a coordenação. “A evolução deles é notável. Temos alunos que começaram a andar depois de passar pela natação. Isso é a melhor recompensa”, conta Allan Pernadas Brazil.

Uma dessas alunas é Beatriz Barbosa. “A Bia está há quatro anos na natação e a atividade a deixou mais segura. Para mim a natação é fundamental e ela adora”, conta Maria Barbosa, mãe da aluna.

Outro aluno que vem mostrando evolução na piscina é João Pedro Lui. “O João está há um ano nas aulas. Foi um começo difícil, mas ele está muito mais seguro hoje. Eu sinto que a natação ajuda o equilíbrio dele, o que é muito importante”, diz Flávia Roberta de Medeiros Lui, mãe de João.

Segundo os professores, a natação dá a sensação de liberdade e traz confiança para os alunos. Um exemplo disso é a participação nas competições. “Eles adoram competir. Querem mostrar que conseguem. A felicidade deles é incrível”, revela Fabiana.

Bia é uma das pequenas medalhistas do LMC. “Ela tem duas medalhas de participação e fica toda orgulhosa. Ela adora participar”, conta Maria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.