Quais são os problemas causados pelos óculos piratas
Quais são os problemas causados pelos óculos piratas

Quais são os problemas causados pelos óculos piratas

Óculos de grau falsificados são vendidos em todos os cantos: nas ruas, em camelôs… Este comércio informal é muito prejudicial ao consumidor, que acaba optando por não consultar um médico oftalmologista e adquire um óculos – com grau ou escuros.

É um mercado que cresce muito. No último grande levantamento realizado em 2012, a venda de óculos falsos bateu 41% do total de vendas de óculos no país, de acordo com um estudo do Fórum Nacional contra a Pirataria e a Ilegalidade (FNCP) e, na época deste levantamento, a Receita Federal havia registrado 70 milhões de unidades de óculos falsificados apreendidos nos entre 2006 e 2012.

Dr. Renato Tolazzi, médico oftalmologista do IMOF – Instituto Médico Oftalmológico Foz do Iguaçu, aponta quais problemas podem ocorrer. “Automedicação e autodiagnóstico são problemas graves. Se observarmos uma pessoa na faixa dos 40 anos, que começa a ter dificuldade de leitura e resolve comprar um par de óculos qualquer para melhorar a visão de perto, uma das primeiras perdas é que ela deixa de fazer o exame de fundo de olho, que é uma maneira de diagnosticar um caso de glaucoma, por exemplo” exemplifica Dr. Tolazzi.

Confira outros problemas causados por óculos piratas
– Falta de garantia na fabricação das lentes

Dr. Renato Tolazzi explica que as lentes podem aplicar graus ou desníveis, e o problema do paciente pode aumentar ainda mais. “Isso ocorre quando olho se esforça mais ainda para corrigir a visão errada ou torta causada por etas lentes irregulares. O esforço deixa o olho mais cansado e provoca mais danos na visão de quem compra estas lentes piratas”.

– Desconfortos com o passar dos anos
Se há um alivio ilusório nas primeiras vezes em que os óculos são usados, não demora muito para que o paciente sinta os efeitos nocivos da compra. “Óculos de baixa qualidade, com o passar dos anos, faz com que o paciente sinta vários desconfortos, como cansaço na visão, embaçamento visual, lacrimejamento, tontura, visão dupla, dores de cabeça, dificuldades na leitura, ardências e dores de cabeça. Tudo isso apenas agrava os sintomas originais, que tenham levado a pessoa a comprar esses óculos”.

– Doenças e mais doenças
 E com todos os sinais de que não dá para usar essas lentes falsas – ainda mais sem consultar um médico oftalmologista -, certas doenças, como a degeneração macular, podem se desenvolver. “Existe também a possibilidade de desenvolver a foto alergia (à luz do sol e a outros tipos de luzes), quadros de ceratite (inflamação na córnea) e a catarata (que vai embaçar a visão e cegueira).

– Óculos escuros também são perigosos
Outro fator de risco, principalmente em dias com muito sol, são os óculos escuros. Podem parecer inofensivos, mas Dr. Tolazzi explica bem quais os motivos para não comprar qualquer óculos de sol por aí.”Ao usar óculos escuros, a pupila se dilata naturalmente pois o cérebro entende que está em um ambiente mais escuro. Se os óculos não tiverem uma proteção adequada contra os raios UVA e UVB, a chance de desenvolver catarata aumenta sensivelmente”.

Fonte: http://www.paranashop.com.br/colunas/colunas_n.php?op=saude&id=28266

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *