Renato dá camisa dos 300 jogos ao Lar das Moças Cegas
Renato dá camisa dos 300 jogos ao Lar das Moças Cegas

Renato dá camisa dos 300 jogos ao Lar das Moças Cegas

Na tarde desta quarta-feira (23), o volante Renato entregou a camisa comemorativa dos 300 jogos pelo Santos e um par de chuteiras para o Lar das Moças Cegas. No local, jogou com a equipe do Peixe de Goalball. E não foi tão muito bem quanto nos gramados.

Embora tenha feito uma defesa, Renato falhou em outro lance, possibilitando o gol da equipe rival

Inicialmente, para conhecer as regras e saber como atuar, viu as atletas em ação. Depois, colocou uma venda nos olhos e entrou em uma das equipes.

Como, em quadra, ficaram três jogadoras de cada lado, todas atacam e todas defendem. Portanto, o meio-campista precisou fazer o mesmo.

Tentar o gol não foi o problema. Já marcar… o volante foi responsável pelo único gol sofrido por seu time. Isso porque não conseguiu fazer a defesa – não alcançou a bola.

Para minimizar a falha defensiva, Renato anotou um gol, de pênalti. Assim, enquanto esteve em quadra, as equipes ficaram no 1 a 1.

Depois da partida, o veterano, de 36 anos, falou sobre sua exibição. “Vacilei um pouco, mas é complicado. Temos que tirar o chapéu para quem disputa este esporte. Fui avisado de que as meninas atacam (a bola) mais fraco que homens. Em um treino masculino, não vou vir, não. Só para assistir. No gol, não fico (risos)”.

Renato explicou as dificuldades que encontrou no esporte paralímpico. “Eu perdi a noção, não sabia para que lado estava virado. Tem que ter noção disso para não jogar a bola para fora. Tem que tirar o chapéu para quem se dedica. Apesar da deficiência que têm, eles conseguem, com outro sentido, fazer bem”.

Fonte: http://www.atribuna.com.br/noticias/noticias-detalhe/esportes/renato-da-camisa-dos-300-jogos-ao-lar-das-mocas-cegas/?cHash=bbb9241c3d006a5b66f6de7e83bb5a4d

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *