Um Festival de Dança para todos

Um Festival de Dança para todos

Festival de Dança de Joinville é sempre muito aplaudido pelo público

 

O Festival de Dança de Joinville é um dos grandes orgulhos de Santa Catarina no que diz respeito à arte. Começou tímido, foi crescendo ano a ano e hoje desfruta _ com todo o merecimento _ de fama internacional. E a cada edição parece que a organização do evento se supera. Fiquei muito contente quando recebi a informação de que neste festival, que começa quarta-feira, as pessoas com deficiências visuais terão condições de acompanhar o grande espetáculo de abertura “O Quebra-Nozes”, da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, a maior atração de toda a programação. Isto porque pela primeira vez o Festival oferecerá o serviço de audiodescrição às pessoas cegas ou com baixa visão.

Funciona assim: a audiodescrição é feita ao vivo e permite ao deficiente visual ouvir em detalhes toda a movimentação no palco e detalhes da dança, usando um fone de ouvido. “Transformamos as imagens em palavras para que as pessoas que não enxergam ou que tenham baixa visão possam acompanhar o espetáculo com todas as informações, tais como cenário, figurino, entrada e saída em cena dos bailarinos, transmitindo os movimentos delicados do balé e as ações dos personagens”, explica Lívia Motta, responsável pela elaboração do roteiro e narração da audiodescrição. Mas atenção, para ter acesso ao recurso é preciso informar a necessidade no ato da compra do ingresso e no dia da apresentação solicitar um fone de ouvido na entrada do teatro.

A audiodescrição é a novidade deste ano, mas já há bastante tempo as pessoas com deficiência vem recebendo atenção especial durante o Festival de Dança. Entre as facilidades estão a tradução em Libras de toda a programação (noites especiais e mostra competitiva), a confecção do Guia do Festival em versão braile; e a acessibilidade para deficientes físicos e cadeirantes. Este festival é uma referência e um exemplo a ser seguido por todos que acreditam que a arte é universal e um direito de todos, sem exceção.

Fonte: http://wp.clicrbs.com.br/vivi/2015/07/20/um-festival-de-danca-para-todos/?topo=67,2,18,,38,77

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *