Wilians Araújo garante o bronze no encerramento das disputas individuais do Judô

Wilians Araújo garante o bronze no encerramento das disputas individuais do Judô

As competições individuais do Judô Paralímpico nos Jogos Mundiais da IBSA se encerram na madrugada desta sexta-feira (15). Assim como nos outros dois dias o Brasil marcou presença no pódio. Wilians Araújo mostrou mais uma vez que segue evoluindo no cenário internacional e faturou o bronze na divisão dos pesados (acima de 100 kg).
O sinal em forma de cruz e as palavras de agradecimento com a cabeça erguida para o alto logo após o anúncio da vitória na disputa do bronze sobre o turco Dursun Hayran demonstram o sentimento de alívio. A medalha de ouro não veio. O paraibano reconhece que tinha condições de chegar ao topo. No entanto, subir no pódio mais uma vez em um Mundial credencia o judoca como um dos candidatos à medalha nos Jogos Paralímpicos do Rio 2016.
– Só Deus pra realizar essas maravilhas da minha vida. Fruto do meu trabalho, da minha dedicação. Dos técnicos do Rio, o Jucinei, Antônio, Marcos. Dos técnicos da seleção, o Caio, Roger, Garcia, Jaime. Todos os meus amigos que me ajudaram nessa busca. Acho que o trabalho está sendo bem desenvolvido. Não tenho o que questionar. Foi um erro (na semifinal), eu poderia ter chegado à final, mas a gente as vezes aprende da pior maneira possível. O foco principal é o Rio 2016, estar no pódio, e eu treino todos os dias pensando nisso – disse Wilians bastante emocionado.
Outros cinco brasileiros também estiveram no tatame, são eles: Antônio Tenório (até 90 kg), Arthur Silva (até 90 kg), Karla Cardoso (até 48 kg), Luiza Oliano (até 48 kg) e Victória Silva (até 63 kg). Na madrugada deste sábado (16), o Brasil entrará disputa por equipes nas duas categorias, masculina e feminina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *