Depoimentos caso Maranhão
Depoimentos caso Maranhão

Depoimentos caso Maranhão

Após um ano de trâmite para João Miguel e os pais virem para serem atendidos no Lar das Moças Cegas, os 15 dias da família em Santos passaram voando. Todos os profissionais se doaram ao máximo para dar respostas e propor tratamentos eficazes ao garoto de apenas três anos.
Ao final, conversamos com o pai e a mãe para saber o que acharam da recepção, estadia, transporte e atendimento. No vídeo, eles expressaram grande satisfação e agradeceram a todos os profissionais e funcionários do Lar. Para nós, a sensação é de dever cumprido. Ficamos muito felizes por saber que os pais e a criança se sentiram em casa e se surpreenderam com o trabalho realizado por nós.
Finalizamos esta etapa com uma imensa gratidão a todos os profissionais e pessoas envolvidas no caso, que conduziram uma variedade de exames e testes para alcançar o resultado desejado.

Para João Miguel e seus pais, continuamos o contato com suporte à distância. Mas esperamos que, em breve, possamos nos rever e ofertar o que fazemos de melhor: cuidar de pessoas.

Descrição da imagem: Os profissionais do Lar, junto com os pais e o João Miguel, estão na frente do LMC. As profissionais do Lar estão usando vestidos azul-escuro. O pai de João Miguel está com blusa vermelha e shorts branco, enquanto a mãe está com vestido verde com flores rosa. João Miguel está vestindo uma blusa listrada preta e branca e shorts preto. Ao fundo, há uma parede branca com a frase ‘Lar das Moças Cegas’.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *